Quem Somos: 

Comprar espumantes e vinhos pode ser uma tarefa muito prazerosa – auxiliá-lo a fazer isto de maneira segura, com o menor custo benefício e com a certeza de que está fazendo a melhor escolha é o desafio da PS Vinhos.
Os melhores espumantes e vinhos fazem parte do mundo da PS Vinhos. Um mundo que trás até você a possibilidade de fazer as melhores escolhas, baseado em informações detalhadas e precisas sobre cada vinho e espumante.

A PS Vinhos nasceu para ser a referência no mercado nacional, contando com profissionais especializados e experientes neste mundo, mas antes de tudo amantes dos bons espumantes, vinhos e boas comidas.
Boas Compras!! Esperamos que você se delicie e volte sempre. E conte sempre com o nosso suporte.
Equipe PS Vinhos

O que significa Brut, Demi Sec, Extra Dry ...?

É a classificação dos espumantes, refere-se a quantidade de açúcar em gramas por litro. Conforme a quantidade utilizada, podemos ter os diversos tipos de espumantes.
Extra-Brut, Brut Zéro ou Nature: 0 g/l (não leva licor de expedição)
Brut: 1-15 g/l
Extra-dry: 12-20 g/l
Sec:17-35 g/l
Demi-sec: 33-50 g/l
Doux: >50) g/l

Diferenças...

Qual a diferença entre Prosecco e Espumante?

Prosecco é uma uva proveniente da Itália. Espumante é a segunda fermentação de um vinho base. Espumante Prosecco é o espumante elaborado com a uva Prosecco.

ESPUMANTE A HISTÓRIA

A presença acidental de bolhas nos vinhos é percebida desde a Grécia e Roma Antiga.Por muito tempo, a gaseificação era tomada como um fruto das fases da lua, da bênção dos deuses ou da maldição de maus espíritos.

Com o desenvolvimento das técnicas de produção, a presença de gás passa a ser considerada um erro grave, causando inclusive explosões nas adegas.

O monge Dom Pérignon, por volta de 1670, desenvolve cinco elementos que deram orígem aos Champagnes (e aos vinhos espumantes) modernos:

  • A mistura de diferentes vinhos da região, conseguindo um produto mais harmonioso.
  • Separação e prensagem em separado das uvas tintas, obtendo assim um mosto cristalino
  • Garrafas de vidro mais espesso, suportando melhor a pressão da 2ª fermentação em garrafa
  • Uso da rolha de cortiça e o arrolhamento
  • Escavação de profundas adegas, para o envelhecimento da bebida à temperatura constante.

Champagne nada mais é que um tipo de vinho espumante, na verdade, o mais famoso de todos. Só pode levar essa denominação o vinho espumante feito na região de Champagne onde tem mais de 50 AOC diferentes (Appellation d’Origine Contrôlée) para espumantes e onde concentra 1/8 do total da produção mundial.

Na base que o principal seria o Champagne vamos nos focalizar de uma forma simples e resumida em como se produz, mas com a certeza que pode ter alguma mudança e o diferenciarão, dependendo do pais ou região da vinícola.

Métodos de Espumatização